• Home  / 
  • Suplementos
  •  /  Whey Protein [GUIA DEFINITIVO] – Como e quando tomar, qual comprar,… tudo!

Whey Protein [GUIA DEFINITIVO] – Como e quando tomar, qual comprar,… tudo!

By wsinfbr / 03/10/2016

Muito se fala sobre whey protein, mas de forma muito confusa.

Esse Guia Definitivo do WebSaúde tem como objetivo tirar TODAS as suas dúvidas sobre tudo envolvendo whey.

Começamos já com o resumo de todo o post.
(afinal de contas, você não precisa ler todos os detalhes para saber logo a parte prática, certo 😉

Introdução

A tradução de whey protein é proteína do soro do leite.

Basicamente as proteínas do leite são extraídas em forma de whey ou caseína, ambas com várias utilizações diferentes, mas o whey é mais famoso e mais utilizado.

O whey tem sua digestão mais rápida, por isso é comumente utilizado após exercícios físicos, para suprir o corpo com aminoácidos (blocos que formam as proteínas) para reconstrução muscular.

Mas a proteína vai muito além da academia: como vamos ver a seguir, ela pode e deve ser utilizada por pessoas que buscam uma vida mais saudável.

Tipos de Whey Protein

É possível encontrar suplementos a base de whey dos seguintes tipos:

  • Concentrado;
  • Isolado;
  • Hidrolisado e
  • Blends.

Vamos conhecer rapidamente um pouco sobre cada um desses, para entender depois qual é o ideal para você adquirir.

Eles variam, basicamente:

  • na pureza: % de whey do peso total, ou seja, menos de outros macronutrientes, como carboidratos e gorduras;
  • na complexidade: se são mais complexos (proteínas) ou pré-digeridos (di e tri peptídeos).

 

Whey Protein Concentrado (WPC)

O WPC Possui geralmente 80% de proteína (mas pode variar de 30-80%) e quantidades baixas de carboidratos e gorduras.

Para cada dose de 30g de WPC puro, temos, aproximadamente:

  • 24g de proteína (80%);
  • 2g de gordura (7%);
  • 2g de carboidrato (7%);
    • sendo +/-1,7g de lactose.
  • outros (humidade, cinzas).

Então, vemos no whey protein concentrado uma quantidade bem pequena de gorduras e carboidratos, que não fazem muita diferença para a maioria das pessoas, em dietas normais, que buscam uma fonte bem concentrada de proteínas.

Whey Protein Isolado (WPI)

O WHI aparece com o objetivo de tentar isolar ao máximo a proteína, buscando um suplemento com uma concentração ainda mais alta de proteína e reduzida de outros macronutrientes.

Para cada dose de 30g de WPI puro, temos, aproximadamente:

  • 27g de proteína (90%);
  • 0,3g de gordura (1%);
  • 0,6g de carboidrato (2%);
    • sendo +/-0,25g de lactose.
  • outros (humidade, cinzas).

O whey protein isolado é uma ótima solução para pessoas com intolerância a lactose ou atletas de altíssimo rendimento, onde 1g de carboidrato pode fazer toda a diferença.

Por precisar de um processo a mais de filtragem, seu preço é bem mais elevado do que o do whey concentrado, mesmo sem possuir diferenças tão grandes (para pessoas normais).

Whey Protein Hidrolisado (WPH)

O WPH, consumido em uma quantidade muito menor, é basicamente um dois dois tipos que já citamos de whey, concentrado ou isolado, que passa por um processo de “pré-digestão”.

Dessa forma podemos encontrar whey protein concentrado hidrolisado ou isolado hidrolisado, porém esse processo é mais comum nos WPI.

Nesse processo as proteínas são quebradas em di e tri peptídeos, facilitando a digestão e aumentando a velocidade que a proteína irá ficar disponível para utilização do corpo.

Blends de Whey

Blends, ou combinações, são basicamente misturas dos wheys acima citados – WPC, WPI, WPH – ou as vezes blends de proteína (não somente de whey), utilizando caseína ou outros produtos.

 

Ingredientes Adicionados

Suplementos a base de whey protein, em sua maioria, não costumam ser comercializados na sua forma pura, sendo o whey o único ingrediente.

Por motivos de palatabilidade (promover um melhor sabor) ou solubilidade (facilitar a mistura do shake), normalmente são adicionados mais alguns ingredientes ao suplemento.

Além do whey protein, veja abaixo os ingredientes que você pode encontrar e suas funções:

  • Palatabilidade
    • aromatizantes: dar o sabor;
    • edulcorantes: adoçar;
    • gomas: para engrossar o shake, mudar sua textura;
  • Solubilidade:
    • emulsificantes: para facilitar dissolver o shake na água;

Prós e Contras

Porque tomar?

  • Saúde
  • Hipertrofia
  • Manutenção de peso

Como e quanto tomar

  • Ao acordar
  • Pós treino
  • Substituindo uma refeição

As “mentiras” do mercado

  • Rótulos e expressões confusas
  • Blends

Whey Ideal

 

Conclusão

O mais importante do whey é a origem da proteína

Cuidado com blends

Paga-se MUITO pela marca + aditivos desnecessários

Substitutos de refeição – cuidado!

Perguntas Frequentes

About the author

wsinfbr

Leave a comment: